Retrospectiva 2010

29 de dezembro de 2010
Dezembro, época de fazer um balanço de como foi o ano... e eis que ontem me lembrei deste blog, ontem eu entrei e saí várias vezes daqui... mas só hoje eu me rendi ao ar de sua graça (rs) e cá estou eu com uma postagem nova! :)

Fiz este blog, há um ano atrás, com o objetivo de registrar algumas coisas que viessem a me acontecer no decorrer de 2010... já que eu começaria um Curso novo, conheceria pessoas novas e enfim... mas por um motivo e outro, acabei deixando o blog de lado. :~

(Mesmo sem postagens novas, o blog continuou recebendo visitas... que bacana!)

Hoje eu farei uma retrospectiva dos fatos que ocorreram do último post pra cá...

Em abril, mais precisamente no dia do meu aniversário - 20 de abril, ganhei uma festinha surpresa da minha turminha da faculdade, festa esta que ocorreu no intervalo das aulas no estacionamento do campus... eles são suuuper queridos, tive uma sorte imensa de conhecê-los! ^^

Em maio, ocorreu o Mega Campeonato na Uniararas (competição entre cursos), e nós, no dia 12 de maio, apesar do frio imennnso que estava, fomos em peso prestigiar os meninos da nossa sala no futebol... e não é que demos “mais garra” a eles?! rs... a partida encerrou com o placar: ADM 2 x FISIO 0 \o/ hehehe

No dia 30 de maio, pela primeira vez, eu fui com o meu pai para Pinhal... esse ano ocorreu o 29º Encontro dos Agricolinos... foi interessante conhecer o lugar onde meu pai estudou e morou numa determinada fase da vida dele... e como é bacana a amizade do pessoal até hoje!

No início de junho teve na Faculdade o Congresso Científico... como fiz as minhas inscrições nas palestras logo no começo de quando foram abertas as inscrições, então pude escolher as 3 palestras mais concorridas entre os alunos... oba! \o/

Assisti a abertura do Congresso que aconteceu no período da manhã (o lado bom de não estar trabalhando nesta época rs) com o Monólogo do ator João Signorelli - "Gandhi - O Líder Servidor".

“Só o amor cura, nutre, une, entusiasma, faz nascer, alivia, materializa, motiva... possibilita a vida!” (Mahatma Gandhi)

Também assisti a Palestra do Marcos Fiori – “O Grande Circo de Vendas” com o Personagem “Missie Roncallis” e o encerramento do Congresso com a Palestra da Ginha Nader - "A Magia do Império Disney". (estas foram as 3 principais palestras, também assisti outras... o Congresso durou 3 dias!)

No dia 11 de junho aconteceu o show da Maria Cecília & Rodolfo no Sayão... e é óbvio que marcamos presença por lá... o show foi bom demais da conta! :D

Já no dia 21 de junho tive 2 acontecimentos “importantes” (rs)... foi o dia em que eu comecei a trabalhar numa Clínica de Radiologia Odontológica (é um mundo totalmente novo pra mim... desde o fato de ter que lidar com PACIENTES e não CLIENTES (rs), até assuntos mais complexos como Traçados Cefalometricos, por exemplo, hehehe... mas é bacana lá!), e depois à noite, eu e o meu grupo fizemos a apresentação do nosso produto de Marketing na Faculdade... apresentamos o “DICÃOFENACO” para o pessoal... eu não me lembro de nada da apresentação, é sempre assim! eu desço do tablado e esqueço de tudo o que ocorre ali em cima...aff! não sei se isso é ruim ou bom! rs

No outro dia... dia 22... fizemos a festinha surpresa da Juh no estacionamento da Faculdade. Esta festinha foi correria... a Jéssica saiu pra andar com a Juh para despistá-la e não voltava mais... isto tudo foi no intervalo entre 2 provas! rsrs (Psicologia e... e não me lembro a outra! rs)

Junho foi “O Mês” em 2010! rs... no dia 25 de junho aconteceu o “1º Arraiá ADM”... foi no salão da OAB... e bombou! A galera compareceu em peso lá! \o/

Julho... já de cara, no dia 1º, rolou o show do Jorge e Mateus no Sayão... sim, eu e o Murilo também marcamos presença por lá! A música “O Seu Astral” do CD novo da dupla foi gravada neste show.

Mês de férias da Faculdade... que beleza! Só trabalhava durante o dia na Clínica e descansava/namorava a noite! ^^ Para comemorar os aniversários do mês, reunimos a turminha da faculdade lá na OAB novamente e fizemos a nossa festinha... nesta, até a Vivi foi! :D

Para encarar um semestre que viria pela frente, nada melhor do que pegar um ânimo curtindo os 5 dias de FACIA em agosto... vixe... eu e o Murilo fomos em TODOS os shows!

Dia 11 – Luan Santana (foi a primeira vez que vi o Luan voar, que lindo! rs... essse dia foi o único dia que ficamos na arena, os demais dias ficamos entre o brete e o palco... sem muvuca, pertinho dos “artistas”... espaço vip! passamos fácil, fácil pelos seguranças! hehehe)

Dia 12 – Jota Quest

Dia 13 – João Bosco e Vinícius

Dia 14 – Edson e Ricardo & João Fernando

Dia 15 – Fiuk e Banda Hori (ahhh... nesse não conseguimos ficar até o final... eu já havia chegado no meu limite... eu tremia de febre da cabeça aos pés! ahahaha... fiquei mais de mês com uma tosse brava! rs)

Desfile de 7 de setembro... imagina se eu fiquei em casa dormindo?! Não mesmo! Eu e o Murilo levantamos cedão e fomos na praça acompanhar o Desfile. Apresentações de fanfarras... amo muito tudo isso! No finalzinho encontramos a Van e o Nilton por lá também.

No dia 10 de setembro foi a vez da Rê apagar velinhas... fizemos outra festinha no estacionamento da Faculdade! \o/ rs

Em outubro, no dia 22, fomos conferir o show da dupla Hugo Pena & Gabriel no Sayão... o show foi razoável, aconteceram umas 2 brigas perto de nós e o “Gabriel” da dupla é muito desanimado (rs).

Já no dia 24 aconteceu o nosso almoço de noivado aqui em casa... rolou só para os familiares mais próximos... e a Vivi! (que é como se fosse da família uai! hehehe)

E no dia 30 de outubro, até que enfim, o Cahel nos levou para conhecer a chácara do avô dele (rs)... comemoramos o aniversário dele na chácara ao invés de comemorarmos no estacionamento da Faculdade... sabe como é né?! Tínhamos que variar um pouco de lugar, e nada melhor do que na chácara! rs... Neste aniversário, noivos e namorados também marcaram presença! ^^

No dia 30 de setembro comemora-se o Dia da Secretária, masss, no entanto, todavia (rs)... o dia escolhido para comemorarmos foi o dia 01 de novembro... neste dia, a equipe da Radiologia saiu em peso pra jogar sinuca. Foi a primeira vez que saí com elas... a noite foi boa... foi boa demais! Demos altas risadas! ^^

Novembro, foi o mês de entrega do TCC da pós do meu pai, quanta dor de cabeça, afff! Aí quando resolvemos o problema do TCC, tivemos o problema do painel... tivemos que elaborar o bendito painel... hunf... mas até que ficou bacana. ^^

No dia 04 de dezembro meu pai apresentou o TCC e o painel dele... ufa... pós concluída com êxito! Agora é só aguardar o diploma. (rs)

Em compensação eu, vixe, tive que sambar miudinho em dezembro... consegui fechar de todas as matérias, mas fechei em cimaaa... fechei todas as matérias com 5 vírgula alguma coisa... eu sei que é feio, mas o importante é que eu não peguei nenhum Regime Especial (RE) \o/... posso iniciar o próximo semestre tranquila, nem nenhuma preocupação na minha cabeça. :D

No dia 12 de dezembro, eu, meus pais, o Vi e a Rafa fomos visitar a Basílica de Aparecida... eita... quantas pessoas visitam este lugar! quanto calor! quanto andar! E vamos na Igreja velha, e vamos na Igreja Nova, e vamos na Feirinha, e vamos na praça da alimentação... afff... aliás, sem condições de ficar na praça de alimentação... que fervo é aquilo! Fomos conseguir almoçar num Restaurante na beira da Estrada enquanto estávamos voltando pra Araras... foi a primeira vez que fui à Aparecida, eu ainda não conhecia lá... beleza, já conheci... agora sei lá daqui há quantos anos eu voltarei lá novamente. (rs)

Dia 20 de dezembro... peguei férias geral! rs... eu já estava de férias da faculdade, aí peguei 15 dias de férias da Clínica também... que deliciura! \o/

No dia 22 de dezembro rolou a Confraternização das 3 Clínicas onde trabalho... com direito a amigo secreto e amigo da onça... quanto dar risada! kkkk... por ser o meu primeiro ano na Clínica, eu não estava nem um pouco afim de participar do amigo secreto (aliás, eu nunca participo de amigo secreto, nem em família! rs), masss, neste, como foi eu e a Sá (menina que trabalha comigo) que enrolamos os papeizinhos com os nomes... nós fizemos um acordo entre nós rsrs... ela me tirava e eu a tirava... ela escolheu o presente dela e eu o meu... simples e prático rsrs... aliás... foi mais prático ainda... ela mesmo foi na loja, escolheu o presente dela e deixou reservado, depois eu fui lá paguei, peguei e entreguei pra ela no dia kkkk (quando eu cheguei na loja, o presente dela já estava até embrulhado rs)... ^^

Eu escolhi o dvd do Luan Santana como presente do amigo da onça (lá o pessoal não curte sertanejo rs)... masss, além deste, ela me deu mais DOISSS cd's rsrs... um destes dois é o novo da Maria Cecília & Rodolfo... o NOVOOO... está fresquinho ainda nas rádios!!! oba!!! Eu já assisti sei lá quantas vezes... viciadaaa!!! :D rsrs

A Véspera e o almoço de Natal passamos na casa da minha prima Meire e do Lú... à meia noite o Papail Noel (um Papai Noel famoso da Cidade, ele fez as propagandas do Hiper, de uma ótica, de uma loja de Brinquedos, enfim... ele!) foi lá levar os presentes das crianças... foi bacana! ^^

Segunda, dia 27, fui com o Murilo ver casa para comprarmos... mas a maioria das Imobiliárias estavam fechadas (semana de recesso), inclusive a Imobiliária que tem 2 casas que nos interessou... hunf!

Hoje, dia 29, teremos uma confraternização da turminha da minha sala... iremos todos, ou melhor, quase todos (a Rê e o Fábio nos darão o cano) jogar boliche... iremos eu e o Murilo, a Jú e o Will, a Van e o Nilton, a Nadja e o Beto, o Cahel e a Bruna... certamente a noite promete! rs... Depois eu volto e conto como foi. :~

A Canoa

30 de março de 2010
Em um largo rio, de difícil travessia, havia um barqueiro que atravessava as pessoas de um lado para o outro. Em uma das viagens, iam um advogado e uma professora. Como quem gosta de falar muito, o advogado pergunta ao barqueiro: Companheiro, você entende de leis? Não, respondeu o barqueiro. E o advogado compadecido: É pena, você perdeu metade da vida. A professora muito social, entra na conversa: Seu barqueiro, você sabe ler e escrever? Também não, respondeu o barqueiro. Que pena! Condói-se a mestra: -Você perdeu metade de sua vida! Nisso chega uma onda bastante forte e vira o barco. O barqueiro preocupado, pergunta: Vocês sabem nadar? NÃO! Responderam eles rapidamente. Então é uma pena! - Conclui o barqueiro. Vocês perderam toda a vida.
Não há saber maior ou saber menor. Há saberes diferentes.
Paulo Freire

Pense nisso e valorize todas as pessoas com as quais tenha contato, cada uma delas tem algo de diferente para ensinar.

O bom filho à casa torna

21 de março de 2010
Eis que ontem, depois de um bom tempo (afff!), eu fui à Missa, fui com o Murilo na da Matriz... acho que a última vez que eu assisti a uma Missa do Pe. Vladimir foi na época que eu fazia Crisma, ele ia quinzenalmente celebrar missas na UFSCar (onde eu morava na época). Pensando cá com os meus botões, se eu Crismei com 13 anos, vixeee... faz tempo isso então! (rs) Não que eu tenha ficado TODO esse tempo sem frequentar Missas, eu frequentava as missas do Cândida com o Pe. Rossini :) , mas ainda assim havia uns 3 anos por aí que eu não ia a uma missa, a última que assisti foi a missa de 7º dia da minha avó materna.
Lá na Igreja eu revi 2 pessoinhas que foram super importantes em determinada fase da minha vida (Ensino Médio – Cesário)... o Pedro (meu ex-professor de Matemática) e a Toninha (minha ex-professora de Inglês)... ahhh como eu adorava estes dois e suas disciplinas! rs... A saudade bateu... saudade de alguns professores, da turma, enfim...
E depois da Missa, eu e o Murilo ficamos andando um bocado pela Praça... eis que eu reencontro uma outra pessoa... meu primo “A.”! Eu não o via desde o enterro da minha Tia (mãe dele e irmã da minha mãe) que foi no final de 2008, tive um misto de sentimentos... fiquei “feliz" por saber que ele está bem (aparentemente/fisicamente), e ao mesmo tempo apreensiva, será que desta vez ele entrou na linha?! A vida desse moço nunca foi fácil... dentre os problemas familiares, teve o vício pelas Drogas, com recaídas e mais recaídas... já foi jurado de morte sei lá quantas vezes, já foi preso, já foi internado, já ficou largado pelas ruas, etc, etc... Vê-lo recebendo dinheiro (por olhar os carros) e depois ali sentadinho comendo um lanche, foi demais para o meu coração... não pelo “trabalho” em si, mas pela situação que ele se encontra e pelo histórico de vida dele... ai, ai... é complicado! Ele tem o mesmo sangue que o meu correndo nas veias dele, eu adoraria que ele estivesse numa outra situação...

Alguma coisa acontece no meu coração...

20 de março de 2010

ADM x Engenharia

18 de março de 2010
"Os ventos que às vezes tiram algo que amamos, são os mesmos que trazem algo que aprendemos a amar... Por isso não devemos chorar pelo que nos foi tirado e sim, aprender a amar o que nos foi dado. Pois tudo aquilo que realmente é nosso, nunca se vai para sempre."
Bob Marley

Ontem na Faculdade rolou um bafão entre Engenharia e ADM... adoooro! (rs)
O pessoal de Engenharia estava se achando os donos do pedaço, eis que o pró-reitor acabou com a graça deles... olha o fuuumooo! ahahaha
ADM 1 x Engenharia 0 (rs)

Premonição e afins

16 de março de 2010
Hoje no “A Tarde é Sua” da Rede TV o tema da vez foi "Premonição"... então mostrou o vídeo onde o Júlio do Mamonas Assassinas fala que sonhou com o avião caindo, mostrou cenas do Ayrton Senna no Box antes da última Corrida, ele totalmente pensativo, mostrou o Lombardinho falando do pressentimento que teve sobre o Lombardi, teve também o caso do Maurício Manieri e do irmão dele, a despedida dos dois... enfim... assistindo a todos esses casos, me lembrei dos MEUS CASOS... ^^
Me lembro que a última vez que eu vi a minha Avó paterna (eu acho que foi na sexta-feira a noite, não me lembro o dia exato da semana), não senti uma energia bacana... embora estivéssemos combinando sobre o grande almoço que teríamos no domingo (onde TODOS da família se reuniriam em casa), ainda assim eu sentia algo estranho... e não deu outra... no domingo de manhã esperávamos a tchurma em casa e nada deles aparecerem, eis que minha tia nos liga avisando que minha avó estava morta na casa dela... sim... ela faleceu no sábado para o domingo dormindo no quarto dela... nada de churras, passamos todos reunidos sim, mas num velório...
Quando um dos meus tios faleceu, eu estava no trabalho e no meio da tarde eu senti um cheiro de vela acesa, até comentei com as meninas que trabalhavam comigo, mas nenhuma delas sentiu aquilo... por volta de umas 4 e pouco da tarde, eu senti uma presença muito forte do meu tio, ele estava internado, eu não tinha dúvida, pra mim ele estava morrendo naquela hora... não deu outra, às 5hrs da tarde meu pai foi me buscar no trabalho: “seu tio acabou de morrer...”, na hora eu não senti o baque, pois eu havia pressentido a morte dele, muito louco isso!
Quando a minha avó materna faleceu, foi no final de semana da minha mãe ficar com ela (havia um revezamento entre as filhas, cada final de semana ficava uma)... então no sábado: “Ayeda, você vai almoçar na casa da vó amanhã?” – “Não!” --- Eu tinha um Concurso pra prestar lá no Campus da Uniararas e o combinado foi que depois que eu terminasse a prova eu voltaria pra minha casa, lá almoçaríamos eu, meu pai e o meu irmão... já estava certo! Porém, na volta pra casa, sozinha no carro, eu simplesmente mudei o trajeto... fui pra casa da minha avó, não demorou muito e o meu pai ligou perguntando se eu estava lá, no fim até ele e o meu irmão foram almoçar com a gente... almoçamos nós cinco, foi um almoço regado a risadas, foi bom demais! No meio da tarde eu e o meu irmão viemos pra casa, e no final da tarde a minha mãe e o meu pai também... havia uns 20 minutinhos que a minha mãe havia chegado e a minha tia ligou pra ela: “A mãe está morrendo!”. Ahn? Como assim? Pois é! Ela teve um enfarte e não resistiu... nos pegou de calças curtas... mas por Deus eu desviei o meu caminho depois do Concurso e almoçamos nós 4 daqui de casa com ela... foi uma despedida bacana pra nós.

Avance sempre

Na vida as coisas, às vezes, andam muito devagar. Mas é importante não parar. Mesmo um pequeno avanço na direção certa já é um progresso, e qualquer um pode fazer um pequeno progresso. Se você não conseguir fazer uma coisa grandiosa hoje, faça alguma coisa pequena. Pequenos riachos acabam convertendo-se em grandes rios. Continue andando e fazendo. O que parecia fora de alcance esta manhã vai parecer um pouco mais próximo amanhã ao anoitecer se você continuar movendo-se para frente. A cada momento intenso e apaixonado que você dedica a seu objetivo, um pouquinho mais você se aproxima dele. Se você pára completamente é muito mais difícil começar tudo de novo. Então continue andando e fazendo. Não desperdice a base que você já construiu. Existe alguma coisa que você pode fazer agora mesmo, hoje, neste exato instante. Pode não ser muito, mas vai mantê-lo no jogo. Vá rápido quando puder. Vá devagar quando for obrigado. Mas, seja lá o que for, continue. O importante é não parar!!!
Autor desconhecido

Para que serve o horizonte?

15 de março de 2010
Certa vez alguém chegou no céu e pediu pra falar com Deus porque, segundo o seu ponto de vista, havia uma coisa na criação que não tinha nenhum sentido... Deus o atendeu de imediato, curioso por saber qual era a falha que havia na Criação.
- Senhor Deus, sua criação é muito bonita, muito funcional, cada coisa tem sua razão de ser... mas no meu ponto de vista, tem uma coisa que não serve para nada - disse aquela pessoa para Deus.
- E que coisa é essa que não serve para nada? - perguntou Deus.
- É o horizonte. Para que serve o horizonte? Se eu caminho um passo em direção ao horizonte, ele se afasta um passo de mim. Se caminho dez passos, ele se afasta outros dez passos. Se caminho quilômetros em direção ao horizonte, ele se afasta os mesmos quilômetros de mim... Isso não faz sentido! O horizonte não serve pra nada. Deus olhou para aquela pessoa, sorriu e disse:
- Mas é justamente para isso que serve o horizonte... para fazê-lo caminhar!!!
Autor Desconhecido

Mais uma semana que se inicia... que ela seja ótima para todos nós! ;)

Sexta anormal

12 de março de 2010
Bom... vamos lá!
Hoje de manhã fui na Coletiva do Pedrinho junto com o Murilo... tem coisas que não descem pela garganta... ele foi julgado por causa de um jornal onde a maioria da população que votou nele nem tem acesso... dá pra acreditar nestas coisas?!

Amanhã!
Será um lindo dia
Da mais louca alegria
Que se possa imaginar
Amanhã!
Redobrada a força
Prá cima que não cessa
Há de vingar...

Linda canção o Pedrinho escolheu pra finalizar a Coletiva... e ele até que é afinado pra cantar! (rs)

E agora a noite na Faculdade o Aguinaldo não deu as aulas dele de Contabilidade pra gente (ufa! me livrei de montar mais balanços sucessivos, na minha época não tinha isso), hoje ele levou o Renan pra falar sobre Investimentos em Ações (Renannn... ele cursou Gestão Financeira comigo)... como é bom ouvir sobre Investimentos, eu já estava enferrujada no assunto! (rs) A última vez que eu ouvi falar disso foi em 2008 numa Palestra do Nilton, ou seja, já faz tempo! ^^
Neste semestre (ou no próximo) a minha sala vai na BOVESPA, iupiii... olha eu indo de novo! :D
Foi cogitado da sala formar um Clube de Investimento, investir uma grana em ações e resgatá-la só no final do Curso (ou seja, só daqui há 4 anos)... uma turma fez isso e se deu super bem... vamos aguardar pra ver se a galera formará ou não, mas seria bacana... teoria sem a prática não adianta nada, eu que o diga!

Amizade é tudo!

11 de março de 2010
Certos amigos são indispensáveis, simples como aquela estradinha de terra no interior, onde do alto da colina podemos avistá-la inteirinha, sabemos onde podemos ir e onde podemos chegar, são transparentes e confiáveis. Outros, acabaram de chegar, como estradas que só conhecemos pelo Guia, e vamos nos aventurando sem saber muito bem seus limites, é um caminho desconhecido, mas que sempre vale a pena trilhar. Tem amigos que lembram aquelas estradas vicinais, que pouco usamos, pouco vemos, mas sabemos que quando precisarmos, ela estará lá, poderemos passar e cortar caminho, mesmo distante, estão sempre em nossa memória. Por certo, também existem amigos que infelizmente, lembram aquelas estradas maravilhosas, com pistas largas e asfalto sempre novo, mas que enganam o motorista, pois são cheias de curvas perigosas, e quando você menos espera… é traído pela confiança excessiva. E existem amigos que são como aquelas estradas que desapareceram, não existem mais, mas que sempre ligam a nossa emoção até a saudade, saudade de uma paisagem, um pedaço daquela estrada, que deixou marcas profundas em nosso coração. Foram, mas ficaram impregnados em nossa alma. E na viagem da vida, que pode ser longa ou curta, amigos são mais do que estradas, são placas que indicam a direção, e naqueles momentos em que mais precisamos, por vezes são o nosso próprio chão.
Paulo Roberto Gaefke

Saci Pererê

10 de março de 2010
Ah... eu estava procurando pela historinha do Saci que a Aline contou na minha sala hoje... ela é tão bonitinha (rs)... mas não encontrei.
Temos um exercício pra resolver sobre esta história, quem sabe ela nos conta novamente... ahuahua... mas agora certamente os 80 alunos da sala não ficarão em pé, não se espreguiçarão e muito menos pularão de uma perna só! kkkkk... foi cômico! ^^

Saci Pererê
É um menino negro e muito levado, que tem uma perna só, fuma cachimbo e usa um gorro vermelho que tem poderes mágicos. O saci adora fazer travessuras, como queimar a comida, espantar o gado, assustar viajantes solitários e dar nós nas crinas dos cavalos.
Dizem que para pegar um saci é preciso fazer uma armadilha com uma peneira. Depois que ele cair na cilada, é preciso tirar rapidamente seu gorro vermelho, colocar o saci em uma garrafa e fechar bem com uma rolha.

Show do Trote Solidário

Hoje teve o Show do Trote Solidário... foi bacana!
De apresentadores (e animadores... com direito a “ola” e tudo rs) teve a Erika e o “Silvio Santos”...
Teve a participação do “Nelson Ned” com a música: “mas tudo passa, tudo passará...” (rs)
O Pró-Reitor Olavo imitando o Sidney Magal! kkkkk
Os meninos de Educação Física dançando Single Ladies da Beyoncé e Rebolation... cômico demaisss!
O Zé tocando Asa Branca na Gaita... show! (quando eu era criança tentei aprender a tocar gaita sozinha, mas não tive muito sucesso (rs)... detalhe: tenho a gaita até hoje! ^^)
Teve um quarteto de Professores tocando e cantando Tribalistas: “já sei namorar, já sei beijar de língua, agora só me resta sonhar...” ahuahua... mandaram bem! rs
Ah... teve uma Banda de Rock, teve uma menina cantando uma música super conhecida que agora eu me esqueci (rs), teve uma mulher cantando uma música em japonês, teve um trio de Sombras... etc
E antes de eu vir embora eles iam entregar os troféus para os Cursos que mais arrecadaram produtos... adivinha qual Curso ganhou em primeiro lugar??? (rs)
Simmm... o meu, Administração... oba! :D
Nisso eu posso me gabar, eu também participei doando produtos! Hehehe
Em segundo lugar ficou Ciências Biológicas e em terceiro lugar Gestão Financeira (opaaa!)
Valeu... fecharam o Trote com chave de ouro! ;)

Julgamentos precipitados

Havia numa aldeia um velho muito pobre que possuía um lindo cavalo branco. Numa manhã ele descobriu que o cavalo não estava na cocheira. Os amigos disseram ao velho: Mas que desgraça, seu cavalo foi roubado! E o velho respondeu: Calma, não cheguem a tanto. Simplesmente digam que o cavalo não está mais na cocheira. O resto é julgamento de vocês. As pessoas riram do velho. Quinze dias depois, de repente, o cavalo voltou. Ele tinha fugido para a floresta. Na volta, trouxe uma dúzia de cavalos selvagens com ele. As pessoas se reuniram de novo e disseram: Velho, você tinha razão. Não era mesmo uma desgraça, e sim uma benção. E o velho disse: Vocês estão se precipitando de novo. Quem pode dizer se é uma benção ou não? Apenas digam que o cavalo está de volta... O velho tinha um único filho que começou a treinar os cavalos selvagens. Apenas uma semana mais tarde, ele caiu de um dos cavalos e fraturou as pernas. As pessoas se reuniram e, mais uma vez, se puseram a julgar: E não é que você tinha razão, velho? Foi uma desgraça seu único filho perder o uso das duas pernas. E o velho disse: Mas vocês estão obcecados por julgamentos, hein? Não se adiantem tanto. Digam apenas que meu filho fraturou as pernas. Ninguém sabe ainda se isso é uma desgraça ou uma bênção... Aconteceu que, depois de algumas semanas, o país entrou em guerra e todos os jovens da aldeia foram obrigados a se alistar, menos o filho do velho. E os que foram para a guerra, morreram... Quem é obcecado por julgar cai sempre na armadilha de basear seu julgamento em pequenos fragmentos de informação. E isso leva a conclusões precipitadas. Nunca encerre uma questão de forma definitiva, pois quando um caminho termina, outro começa. Quando uma porta se fecha, outra se abre... Às vezes enxergamos apenas a desgraça, e não vemos a benção que ela nos traz...
Autor desconhecido

A novela teve um desfecho

Ontem no final da tarde fiquei sabendo que o caso do Pedrinho e do Agnaldo seria julgado no TSE a noite, mesmo com o pedido de adiamento por parte do Curcio... aí eu fui pra Faculdade, nem pude acompanhar a sessão. Na volta da Faculdade pra minha casa, senti a Cidade calma demais (só por volta das 23hrs e pouco que ouvi uns fogos), mas eu ainda não sabia o porquê, entrei no Blog do Pedrinho e nada, fui dormir na dúvida. Hoje de manhã fiquei sabendo do resultado. Deus sabe o que faz, não era pra ser agora.

Reciclagem de Vida

9 de março de 2010
Não sei se a vida se recicla. Não, talvez não. Mesmo se após um tempo de reflexão decidimos mudar nossa vida, seremos sempre nós mesmos no fim. Mudados, mas nós. Com todas as marcas e cicatrizes para que não nos esqueçamos do que fomos. Sabemos que jamais poderemos recolar os pedaços das coisas vividas e construir novas. Colchas de retalhos são muito bonitas, mas não passam de colchas de retalhos. Remenda-se panos, recola-se papel ou vidro, mas não se remenda vidas, não se recola momentos passados, coisas que deixamos pra trás. Recomeçar? Sim. Recomeçar é possível, mesmo (e felizmente) se já não somos os mesmos. Aprendemos, à custa de dor, mas aprendemos. Não cometeremos duas vezes os mesmos erros, não beberemos a mesma água. Durante anos vivemos como se não tivéssemos outras alternativas. A vida é assim... é o destino. Mas nosso destino, nós fazemos. Nossas prioridades, escolhemos e aprendemos a viver com elas. E só depois, mais tarde, é que nos questionamos sobre o fundamento das nossas escolhas. Há pessoas que acham que é tarde demais para mudar e continuam na mesma linha, mesmo se conscientes de que talvez esse não tenha sido o melhor caminho. Homens e mulheres que se mataram a vida toda para ganhar dinheiro, terminam muitas vezes a vida sozinhos, cheios de dinheiro, vazios de amor. E felizes há aqueles que descobrem que ainda é tempo para fazer alguma coisa. E que podem redefinir as próprias prioridades e assumi-las. Vai doer, mas vai valer a pena, porque no fim das contas vamos ter a consciência tranquila de que tentamos. Um dos piores sentimentos que existem é o de não poder recapturar um momento que gostaríamos que tivesse sido diferente. O eu de hoje não teria feito isso ou aquilo, mas o que eu era ontem não sabia o que sei agora. Se soubesse, teria cometido menos erros. Mas temos um Deus tão bom e tão grande que Ele está sempre nos oferecendo a oportunidade de nos redimir e fazer novas escolhas. E agora? Agora sabemos. Não vamos pegar atalhos. Eles podem ser atraentes, mas nos impedirão talvez de aproveitar as belezas da jornada. O caminho da vida é bonito, apesar de ser mais difícil para uns que para outros. Mas é bonito se sabemos tirar o máximo do que é bom. Noites escuras podem nos fazer ver mais claramente as estrelas. Só veremos o nascer do sol se acordarmos cedo. Coisas simples que a natureza nos ensina. Reciclagem de vida? Talvez sim. Talvez sejamos, no fim das contas, uma colcha de retalhos da vida. Mas que sejamos então uma bela colcha nova enfeitando um quarto, um coração, talvez mesmo muitos corações e muitas vidas, a começar por nós mesmos.
Letícia Thompson

Aguardaremos o próximo Capítulo

Fonte: Opinião Jornal

Eita novelinha enrolada, afff...

Ufa... acho que passou!

8 de março de 2010
Problemas + tpm = crise existencial brava!
Tive uns diazinhos chatos esses dias... mas acho que essa fase negra passou, menos mal!
Na Faculdade as coisas estão se ajeitando, talvez venham novidades por aí, mas ainda é segredo meu e das meninas pra não gerar muita concorrência! (rs) E também tenho um Projeto que eu adoraria desenvolver com elas, vamos ver!
Ahhh... e nem começou o Curso e a minha sala já vai no Programa do Serginho Groisman (Altas Horas da Rede Globo)... hummm... a primeira viagem de muitas, oba! :D
E o Julgamento do Pedrinho... será que amanhã termina a novela “Prefeitura de Araras”? afff... vamos aguardar!
Amore... amo você muitãooo!

PS: Vivi... assustei quando abri o seu último e-mail viu?! ai, ai... “Amigos são irmãos que Deus nos permite escolher.” Se depender de mim, você permanecerá na minha vida pra sempre! Te considero mais que uma simples Amiga, você sabe!

Mero detalhe...

4 de março de 2010

8 meses! :)

3 de março de 2010
Amore...

Você me surpreende a cada dia, e todo esse tempo que tenho passado ao seu lado tem significado muito para mim... você me faz ver que realmente nada acontece por acaso. Conhecer a pessoa certa na hora certa, nem sem sempre é possível... mas eu tive sorte, conheci você no momento exato!
A cada mês que passamos juntinhos, mais aumenta o meu amor por você!

“Vou te amar, pra sempre vou te amar
Tudo que eu preciso só você pode me dar...”

Te amo, te amo, te amo!

Beijão grandão, Ayeda – 03/03/2010

Sumida, eu?

Eu estava focada em outras coisas esses dias, por isso não apareci por aqui.
Boas novas? Sim, sim!
Voltei pra Faculdade na segunda-feira... mas ainda está meio estranho pra mim, agora tem um monte de gente diferente!

O Rebolation tion tion, Rebolation
O Rebolation tion tion, Rebolation
O Rebolation é bom bom
O Rebolation é bom bom bom...


:~
hehehe

Entre escolhas

25 de fevereiro de 2010
Entre os erros descobri acertos, entre o desânimo encontrei forças, entre destruição vi paredes aproveitáveis, entre ruas perdidas, encontrei saídas, entre a miséria eu vi esperança, e no meio do caos, uma direção. Quando o céu escureceu e a noite caiu, a solidão me fez companhia, e no meio do silêncio da noite perdida, eu conversei com o vazio, e chorei, e entre as lágrimas eu vi um riso, e entre rir ou chorar, preferi a gargalhada seca de quem espera, e agora faço o meu caminho sem medo. Entre o meu sonho e a realização; um fio, uma tênue linha que nos separa, um esforço a mais que eu tenho que realizar, e entre o ficar e o ir, eu vou, entre o amar ou o ficar, eu amo, entre o mar e rio, eu navego, entre o doce e o amargo, eu me lambuzo, e se tenho tanta confiança, é porque no fundo no fundo, vive em mim uma criança, que neste momento sorri, e diz sim para vida, porque sabe perdoar e recomeçar, sempre... Liberte a criança que mora em você, antes que ela envelheça e se esqueça, de que amar vale a pena, sempre!
Roberto Gaefke

Muito linda esta mensagem de Gaefke, mas não me identifico com ela no final: “porque sabe perdoar”... eu não sei perdoar (ok, não posso generalizar tudo, há exceções!)... e é por isto que acabei de cortar mais um elo com o meu passado, toda vez que eu via um certa pessoa na minha lista de amigos do orkut eu me sentia mal, não sei explicar qual sentimento vinha à tona com mais intensidade, então de agora em diante não sentirei mais isto, eu me permito a não sentir mais isto! Estávamos enganando a quem? Ela não daria o braço a torcer pra mim, e eu então muito menos a ela (rs)... eu não admito o acontecido e ponto final, creio que ela no ponto de vista dela também não... então FIM.
PS: sim, este é o meu grande defeito.

Cá entre nós

Eu fico impressionada com a velocidade em que as pessoas amam e “desamam” umas as outras... eu não consigo ser assim... o problema está em mim ou nestas pessoas?
Eu vivi um relacionamento assim... num dia ele me amava, no outro dia não, aí no outro dia ele me amava de novo (rs)... e eu a ele? Bom, hoje eu vejo que nunca o amei messsmo, não consigo amar da noite para o dia, ainda mais quando sinto uma instabilidade no ar... mas eu tinha uma consideração (leia preocupação) enorme por ele.
Agora estou acompanhando o momento de um conhecido... até ontem a noite ele amava uma pessoa e faria qualquer coisa pra voltar com ela... no entanto, hoje de manhã ele já está amando outra pessoa... meu Deus, como assim?! AMAR é muito mais que isto! Não me conformo com estas coisas...
Espero que um dia estas pessoas conheçam o real significado da palavra AMAR.
Amore... amo muitão você!

Sementes de virtudes

23 de fevereiro de 2010
Não podemos controlar todas as situações que vivemos, algumas não dependem da nossa vontade. E não podemos mudar tudo também, mesmo se somos fortes, decididos e positivos. Mas podemos colocar um pouco de sal e de luz. Podemos aprender a gerenciar essas situações de maneira que não nos afetem completamente ou profundamente, que não nos destruam ou acabem com nossos relacionamentos de amor e de amizade. Quando perdemos o controle de nós, perdemos o controle de tudo. É como um motorista que, ao sentir o perigo, larga o volante: o acidente é inevitável! Por mais desesperadoras que pareçam as situações, temos que segurar o volante. Guardar a calma nos momentos mais críticos é uma atitude preciosa, não só para nós, mas para os outros também. Ah, sim, podemos explodir e às vezes até precisamos! Todavia há maneiras de exteriorizar o que nos atormenta sem que os pedaços da nossa ira afetem tudo ao nosso redor. Podemos chorar até que nossa alma se sinta lavada, podemos falar com alguém em quem tenhamos confiança, podemos pintar, desenhar, construir, correr ou apenas nos entregar à dor até que o peito se esvazie dela. Há pessoas, como eu, que escrevem longas cartas que nunca enviam, mas que aliviam. Somos humanos, eu sei e não podemos ficar indiferentes à tudo o que acontece, não podemos nos esconder atrás de escudos que nunca defenderão nossa sensibilidade, pois no inevitável encontro com nosso eu, precisamos ainda encontrar forças e coragem para nos olhar nos olhos. Temos todos em nós sementes de virtudes plantadas. Devemos dar a elas condições para que floresçam, para que dêem frutos, para que as pessoas possam, uma vez que nos encontram, carregar-nos nos corações para o restante das suas vidas.
Letícia Thompson

É... daqui há uma hora mais ou menos sai a confirmação do TSE se o julgamento do Pedrinho será hoje ou quinta-feira. Vamos aguardar!

Quantas vezes

22 de fevereiro de 2010
Quantas vezes nós pensamos em desistir, deixar de lado o ideal e os sonhos; Quantas vezes batemos em retirada com o coração amargurado pela injustiça; Quantas vezes sentimos o peso da responsabilidade sem ter com quem dividir; Quantas vezes sentimos solidão, mesmo cercado de pessoas; Quantas vezes falamos sem sermos notados; Quantas vezes lutamos por uma causa perdida; Quantas vezes voltamos para casa com a sensação de derrota; Quantas vezes aquela lágrima teima em cair, justamente na hora em que precisamos parecer fortes; Quantas vezes pedimos a Deus um pouco de força, um pouco de luz; E a resposta vem, seja lá como for: um sorriso, um olhar cúmplice, um cartãozinho, um bilhete, um gesto de amor; E a gente insiste; Insiste em prosseguir, em acreditar, em transformar, em dividir, em estar, em ser; E Deus insiste em nos abençoar, em nos mostrar o caminho: Aquele mais difícil, mais complicado, mais bonito. E a gente insiste em seguir, por que tem uma missão... ser feliz.
Autor desconhecido

Lá... lá lá lá lá...

21 de fevereiro de 2010
"O amor é o calor que aquece a alma."
(Do Seu Lado - Jota Quest)

Fácil e Difícil

Fácil é rezar todas as noites. Difícil é encontrar Deus nas pequenas coisas... Fácil é viver o presente. Difícil é se desvencilhar do passado... Fácil é sonhar todas as noites. Difícil é lutar por um sonho... Fácil é ser colega, fazer companhia a alguém; dizer o que ele deseja ouvir. Difícil é ser amigo para todas horas; e dizer sempre a verdade quando for preciso... Fácil é julgar pessoas que estão sendo expostas pelas circunstâncias. Difícil é encontrar e refletir sobre os seus erros... Às vezes sentimos, porém não conseguimos expressar... Às vezes choramos, mas não conseguimos demonstrar... Durante toda minha vida, muitas pessoas passaram por mim, dia após dia. Mas somente algumas dessas pessoas, ficarão para sempre em minha memória.
Autor desconhecido

Ontem de manhã (sábado), encontrei com a Mi no estacionamento de um mercado, foi rapidinho, mas o suficiente para eu me lembrar de algumas coisas boas (e outras nem tanto! rs)... e a noite nos encontramos de novooo, porém numa Pizzaria... Araras é pequena, mas nem tanto... depois de 4 meses sem nos vermos, ontem nos encontramos 2 vezes e em lugares diferentes, vê se pode?! rs (a última vez que nos encontramos foi em 17 de outubro, uma noite onde eu optei a me dar mais valor e não me arrependo da minha decisão, mesmo que isso tenha me custado a amizade com a Camille, que depois dos rolos todos sumiuuu... rs).
Coincidentemente, após os mesmos 4 meses, eis que na terça-feira passada também me reencontrei com a Vivi... foi bom revê-las... estas são duas das pessoinhas que fizeram GF comigo que eu não gostaria de perder contato nunquinha...

Saudade e Lembranças

19 de fevereiro de 2010
Podem parecer sinônimos. Idéia igual, mas diferente no sentir. Lembrança é da memória, saudade é da alma. Muitas lembranças, poucas saudades. Lembranças surgem com um cheiro, uma música, uma palavra. Saudade surge sozinha, emerge do fundo do peito onde é guardada com carinho. Lembrança pode ser boa, mas quando não é, pode-se afastá-la convocando outra lembrança ou convocando outro pensamento para o lugar, ligando a TV ou lendo jornal. Saudade é sempre boa, mesmo quando dói, e não se apaga mesmo que outra pessoa tente ocupar o lugar vazio. Ela pode coexistir com um novo amor, sem machucá-lo. Lembrança é algo real, de um lugar, uma época, uma pessoa. Saudade pode ser do que não ouve, de uma possibilidade, de lábios jamais tocados. Lembrança pode ser contada, medida, localizada, e com algum esforço, pode até ser calculada com uma fórmula matemática, ao gosto dos engenheiros. Saudade é dos poetas, é pautada em rimas e melodias; vontade de ver outra pessoa, segundo os poetas, teria outro nome, seria uma saudade com tempero, eu acho. Lembrança pode ser sem som, pode não doer. Saudade é jamais sem som. Se ela não vier com fundo, a gente coloca, só pra ficar mais bonita, mais gostosa de sentir, para preencher mais a alma vazia. Lembrança vence a morte, mas conforma-se com a ausência, respeita convenções. Saudade ignora a morte, vence distâncias, barreiras e preconceitos. Lembrança aceita nosso comando, vai e volta quando queremos. Saudade é irreverente, independente e auto suficiente.
Autor desconhecido

Riqueza e Pobreza

18 de fevereiro de 2010
Um dia um pai de família rica levou seu filho para viajar para o interior com o firme propósito de mostrar quanto as pessoas podem ser pobres. Eles passaram um dia e uma noite na fazenda de uma família muito pobre. Quando retornaram da viagem o pai perguntou ao filho: -- Como foi a viagem? -- Muito boa Papai!. -- Você viu como as pessoas pobres podem ser?, o pai perguntou. -- Sim. -- E o que você aprendeu? -- o pai perguntou. O filho respondeu: -- Eu vi que nós temos um cachorro em casa, e eles têm quatro. Nós temos uma piscina que alcança o meio do jardim; eles têm um riacho que não tem fim. Nós temos uma varanda coberta e iluminada com luz, eles têm as estrelas e a lua. Nosso quintal vai até o portão de entrada, eles têm uma floresta inteira. Quando o pequeno garoto estava acabando de responder, seu pai ficou estupefato. O filho acrescentou: -- Obrigado, pai, por me mostrar o quanto "pobres" nós somos!
MORAL DA HISTÓRIA: Tudo o que temos depende da maneira como olhamos para as coisas. Se temos amor, amigos, saúde, bom humor e atitudes positivas para com a vida, temos tudo! Se somos "pobres de espírito", não temos nada. Conheci uma pessoa que era tão pobre, mas tão pobre, que só tinha dinheiro.
Um lindo dia para você, com muita “RIQUEZA”!
Autor desconhecido

Os patins

17 de fevereiro de 2010
Existem pessoas que têm medo de viver... Em certa ocasião, havia um menino que tinha adoração por patins. Era tudo o que ele queria na vida. Pediu, pediu, tanto fez que um belo dia, eis que conseguiu. Ficou muito feliz com o par de patins, não desgrudava dele um minuto sequer, era dia e noite, o menino e os patins. Só que no primeiro tombo, no primeiro arranhão, ele ficou com medo de estragar os patins e resolveu guardá-los. Os patins ainda eram a coisa que ele mais queria, o que ele mais gostava de fazer era estar com eles. Mas ele preferiu apenas ficar olhando e não usar mais para não estragar. O tempo foi passando e os patins guardados. Passaram-se anos e o garoto esqueceu os patins. Então, em um belo dia, ele se lembra, sente saudades e resolve recuperar o tempo perdido. Vai até o armário, revira tudo e finalmente encontra os patins. Corre para calçá-los e aí tem uma terrível surpresa. Os patins não cabem mais nos seus pés. O menino, acometido de profunda tristeza, chora e lamenta os anos perdidos que não vai mais poder recuperar. Poderia sim comprar outro par, mas nunca seriam iguais àqueles! Assim como o menino da história, são as demais pessoas. Guardam sentimentos, com medo de vivê-los, de se machucar e depois, quando resolvem retomar este sentimento, muitas vezes ele já passou de sua melhor fase. Aqueles patins eram especiais para o menino, eram únicos, por mais que comprasse outro par, não iria ser igual. Deixe as besteiras de lado, as brigas, os ressentimentos, os medos e viva o amor hoje. O que importa é o presente e ser feliz. Não guarde os patins, talvez hoje ainda haja tempo, amanhã pode ser tarde demais...
Autor desconhecido

Carnaval 2010

Bom... vamos lá!
No domingo a tarde, eu e o Murilo fomos no show da Banda Swing Louco na Praça... e a noite ficamos em casa, foi bom demais também! rs
Na segunda-feira fomos assistir novamente o Carnaval de Rua... esse desfile foi muuuito melhor que o desfile de sábado, e além do mais ficamos bem na frente do Prefeito, então pegamos os melhores momentos, como por exemplo, as entregas das Lembranças aos Homenageados... e depois do desfile curtimos um bommm pedaço do Show do Swing Louco.
E ontem a tarde, terça-feira, fui com a Vivi no Show do Swing Louco de novooo (rs)... depois de tantos rolos e meses sem nos encontrarmos pessoalmente, até que não foi muuuito frio este reencontro! rs
Resumindo: ano passado eu estava muuuito afim de curtir o Carnaval e acabei curtindo nenhum dia (sem comentários!), e nesse ano que eu não estava muito inspiradinha (mil e uma coisas na cabeça) acabei curtindo todos os dias hehehe... foi bom demaisss!

Ops... essa mudança foi no susto!

Eu achei que estava fazendo um teste deste layout no meu blog de testes, e quando dei por mim já havia modificado neste blog... mas ufa... ainda bem que deu certo, porque eu não tinha salvado nada do outro layout! rs
Mais tarde eu volto pra comentar sobre o meu Carnaval.
:)

14 Anos depois...

14 de fevereiro de 2010
Ontem fomos assistir o Carnaval “Barão Folia” na Praça, ahn... ele não foi ruim, mas também não foi ótimo (rs)... foi bom... ali teve o suor de muita gente, valeu pela iniciativa deles de tentarem retornar o Carnaval de Rua aqui em Araras.
PS: a bateria do grande Marabá me arrepiou, pra variar! (ahhh... como eu adoro isso!)
Logo após os Blocos, o show ficou por conta da Banda Swing Louco... apesar de serem daqui da Cidade, eu não os conhecia... eles mandam muito bem! (pra quem quiser conferir, eles agitarão a Praça nos 4 dias de festa)
PS2: encontrei com o Rinaldo da minha turma de ADM lá (ou da minha ex-turma, ainda não sei rs)... e laiá... só curtindo o agito! hehehe

Sentidos...

13 de fevereiro de 2010
Muitos passam a vida inteira buscando um sentido para a própria vida. Buscando um amor como se fosse âncora para o seu barco, um amigo que diga sim para todos os seus atos, um "deus" que diga amém para todos os seus sonhos, um culpado para todos os seus erros, um sentimento para todos os seus vazios, uma única resposta para tantas perguntas...
A vida é composta de minúcias, de notas musicais que compõem a grande sinfonia, de pequenos rabiscos que fazem a grande obra de arte, de pequenas estrofes que compõem a poesia, de poucos passos que levam a grandes distâncias, de momentos que não voltam mais, de emoções indescritíveis, sem preço...
Não se perca das pequenas emoções, dos sentimentos que te movem para a vida. Não corra atrás das grandiosas obras da ilusão, os cargos que parecem maiores que a empresa, os títulos que parecem maiores que a função, os desejos que parecem maiores que o tesão.
Tempo perdido é vida perdida, olhos que se prendem no que não possuímos, são olhos cegos, vazados pela ambição, desperdício de dias e emoção. Preste atenção no que você já conquistou! Valorize as pequenas coisas, os detalhes da vida, o poder de andar, respirar, abraçar, beijar. declarar-se pleno! O tempo passa de acordo com o valor que nós lhe damos.
Assim, a vida pode ser transformada com uma simples mudança de atitude, com a valorização do que você é capaz de fazer, com a infinita capacidade de aprender, com a humildade em reconhecer que a felicidade é simples, composta por detalhes cheios de valor, entre eles, o maior de todos, o amor.
Paulo Roberto Gaefke

Tudo se transforma...

12 de fevereiro de 2010
"Na natureza, uma repugnante lagarta transforma-se numa borboleta encantadora; entre os homens, ocorre o contrário; uma encantadora borboleta transforma-se numa lagarta repugnante."
Anton Pavlovitch
Tchékhov

PS: esta citação de Anton Pavlovitch caiu como uma luva na minha vida há alguns meses atrás, quando eu passei por algumas decepções e blábláblá... ^^

Carnaval de Salvador... ADOOORO!

O Carnaval de Salvador é a maior festa de participação popular do planeta. Criado e mantido pelo povo, trata-se de uma manifestação espontânea e livre, onde o carnal, o lúdico e o físico se misturam com a emoção e a ginga dos baianos que conseguem renovar a folia a cada ano.
O som eletrizante do trio é a deixa para que nos três circuitos (Osmar (Avenida), Dodô (Barra-Ondina) e Batatinha (Centro Histórico)) haja uma verdadeira explosão de alegria. Os blocos afro, com seus tambores e o som orientalizado dos afoxés são um contraponto para essa festa plural - porque rica de ritmos, estilos e manifestações artísticas - e singular porque única.
O Carnaval de Salvador atrai multidões. São mais de dois milhões de foliões - baianos e turistas - nas ruas e cerca de 234 entidades em 11 categorias (20 afoxés, 68 afros, 20 alternativos, 22 de samba, 45 blocos de trio, 03 especiais, 03 de índios, 07 infantis, 26 de percussão, 07 de sopro e percussão e13 de travestidos ) cadastradas na Saltur - Empresa Salvador Turismo, responsável pela organizaççao e coordenação da festa.
A Cidade do Carnaval ocupa uma área de 25 quilômetros, abrigando camarotes, arquibancadas, postos de saúde, postos policiais, além de toda uma infra-estrutura especial montada pelos diversos órgãos municipais, estaduais e federais. Nos seis dias, como nos remete a própria marca da festa, “O coração do mundo bate aqui”, Salvador recebe gente de todo o estado da Bahia, de todo o país e dos quatro cantos do mundo que se unem numa mesma emoção.


Ai, ai... adoro muitão o Carnaval de Salvador! Circuito Barra-Ondina , o meu predileto! ^^
Algumas das atrações de 2010 no Barra-Ondina...
* Quinta-feira das 17:30 ás 00:50: ASA DE AGUIA, TIMBALADA, BANDA CHEIRO DE AMOR, BANDA EVA, ALEXANDRE PEIXE, TATAU, etc...
* Sexta-feira das 10:00 às 01:30: CHICLETE COM BANANA, TIMBALADA, JAMMIL, NETINHO, IVETE SANGALO, BANDA EVA, RAPAZOLLA, etc...
* Sábado das 10:00 às 01:10: ELIANA, IVETE SANGALO, CHICLETE COM BANANA, ASA DE AGUIA, TIMBALADA, CHICAFÉ, DANIELA MERCURY, CLAUDIA LEITTE, etc...
* Domingo das 15:00 às 23:10: BANDA OLODUM, CHICLETE COM BANANA, JAMMIL, HARMONIA DO SAMBA, RICARDO CHAVES, CARLINHOS BROWN, ASA DE AGUIA, BANDA ARMANDINHO DODÔ E OSMAR, etc...
* Segunda-feira das 15:00 às 02:30: CLÁUDIA LEITTE, IVETE SANGALO, JAMMIL, ASA DE AGUIA, TIMBALADA, HARMONIA DO SAMBA, DANIELA MERCURY, RICARDO CHAVES, CARLINHOS BROWN, MARGARETH MENEZES, etc...
* Terça-feira das 15:00 às 19:00: BANDA ARAKETU, JAMMIL, ASA DE AGUIA, DANIELA MERCURY, TIMBALADA, etc...

Ahhh... isso aí é muito bom, isso aí é bom demaisss! ^^ rsrs

Fonte: Portal Oficial do Carnaval de Salvador

BBB 10... Big Fone será passaporte para carnaval de Salvador!

O participante do "Big Brother Brasil 10" que atender o Big Fone neste domingo, 14, nem imagina o que o aguarda. Ele será levado a acreditar que terá que escolher outro brother para o "Quarto Surpresa" mas, ao invés disso, a escolha valerá um passaporte para o Carnaval de Salvador.
Os dois irão passar a manhã de segunda-feira, 15, na capital baiana e à tarde voltam diretamente para o quarto, de onde só poderão sair à noite, durante programa ao vivo. Mas os outros brothers nem desconfiarão, pois estarão acompanhando através de uma televisão, com imagens gravadas, a rotina dos dois confinados durante todo o dia.
O "Quarto Surpresa" nesta edição do programa, fica na garagem da casa e tem um ponto de interrogação desenhado na porta. Poderá ser usado para situações boas ou ruins e será sempre acionado pelo "Big Fone".
Segundo informações do site oficial do programa, a próxima vez que o quarto for utilizado vai ser com uma surpresa nada agradável e pode resultar na eliminação de um dos jogadores.
Fonte: A Tarde On Line

Pedras no Caminho...

11 de fevereiro de 2010
“Pedras no caminho? Guardo todas, um dia vou construir um castelo...”
Fernando Pessoa

Pequenos Gestos...

É curioso observar como a vida nos oferece resposta aos mais variados questionamentos do cotidiano... Vejamos:
A mais longa caminhada só é possível passo a passo...
O mais belo livro do mundo foi escrito letra por letra...
Os milênios se sucedem, segundo a segundo...
As mais violentas cachoeiras se formam de pequenas fontes...
A imponência do pinheiro e a beleza do ipê começaram ambas na simplicidade das sementes...
Não fosse a gota e não haveria chuvas...
O mais singelo ninho se fez de pequenos gravetos e a mais bela construção não se teria efetuado senão a partir do primeiro tijolo...
As imensas dunas se compõem de minúsculos grãos de areia...
Como já refere o adágio popular, nos menores frascos se guardam as melhores fragrâncias...
É quase incrível imaginar que apenas sete notas musicais tenham dado vida à Ave Maria, de Bach, e à Aleluia, de Hendel...
O brilhantismo de Einstein e a ternura de Tereza de Calcutá tiveram que estagiar no período fetal e nem mesmo Jesus, expressão maior de Amor, dispensou a fragilidade do berço...
Assim também o mundo de paz, de harmonia e de amor com que tanto sonhamos só será construído a partir de pequenos gestos de compreensão, solidariedade, respeito, ternura, fraternidade, benevolência, indulgência e perdão, dia a dia...
Ninguém pode mudar o mundo, mas podemos mudar uma pequena parcela dele: esta parcela que chamamos de EU. Não é fácil nem rápido... Mas vale a pena tentar!
Fábio Azamor

Verdade... ^^

10 de fevereiro de 2010
"Nunca deixe o computador saber que você está com pressa!"
Autor desconhecido

Hoje é dia de definição em "A Fazenda"!

Hoje teremos a grande definição. Quem será o vencedor da segunda temporada do reality show, que ficará com o grande prêmio de R$ 1 milhão: André Segatti ou Karina Bacchi?
Os dois peões passaram por muitas agruras, desde o início do programa, no dia 16 de novembro, até agora. Encararam brigas, sofreram com a saudade dos parentes e amigos, penaram nas atividades. E semana após semana, eles viram todos os peões sendo eliminados, um a um. Primeiro foi Ana Paula Oliveira, seguida de Maria João Abujamra, Adriana Bombom e Andressa Oliveira.
Depois da “chacina” de mulheres, foi a vez dos homens colocarem o pé na estrada. E assim saíram Xuxa, Maurício Manieri e Caco Ricci. Depois deixaram a fazenda Sheila Mello, Cacau Melo, MC Leozinho, Igor Cotrim e finalmente Mateus Rocha.
Entrosados, André Segatti e Karina Bacchi fazem uma dupla afinada na última semana de programa. Mas hoje apenas um fará a festa. Quem será?
Fonte: R7

Karina, Karina, Karinaaa! \o/ rsrs

Acreditar Sempre!

Todos nós, na infância, temos sonhos: grandes, médios ou pequenos. Mas à medida que a vida passa, esses sonhos vão para as prateleiras da vida. Depois para a área de serviço, até chegar ao sótão e ser, então, esquecidos. E os sonhos acabam se tornando vestígios de uma época em que a pessoa acreditava no mundo e em sua capacidade de realização. Enquanto os perdedores se acomodam e pensam que um sonho é muito para eles, os campeões se perguntam o que precisam fazer para realizá-lo. Nunca pense que uma meta não foi feita para você, mas sim nas virtudes que precisa desenvolver para conseguir atingi-la. Seus sonhos mantêm aceso o fogo sagrado em seu coração. Eles são a seiva da vida. Nós envelhecemos não porque o tempo passa, mas principalmente porque abandonamos nossos sonhos. Pessoas de idade avançada, mas com grandes ambições, carregam nos olhos o brilho da juventude, pois suas metas continuam alimentando sua alma. É triste olhar para alguém com 40 ou 50 anos e observar que está vivendo a espera da morte. É Frustrante ver adolescentes precocemente envelhecidos, pois em seus corações já não carregam mais sonhos. Para essas pessoas viver é simplesmente completar o dia, completar o mês, completar o ano. E é triste constatar que nosso povo está deixando de sonhar. A maioria procura completar o dia. Não se permite imaginar algo além do que está vivendo. Nunca, nunca, nunca desista!
Roberto Shinyashiki

A história do sapinho surdo...

4 de fevereiro de 2010
Era uma vez uma corrida de sapinhos. O objetivo era atingir o alto de uma grande torre. Havia no local uma multidão assistindo. E a competição começou. Infelizmente uma onda de negativismo pairou sobre a multidão: "Que pena... esses sapinhos não vão conseguir, não vão conseguir!" E os sapinhos começaram a desistir. No entanto, havia um que persistia e continuava a subida, em busca do topo. A multidão continuava gritando: "Que pena! Vocês não vão conseguir!" E os sapinhos estavam mesmo desistindo, um por um... menos aquele sapinho que continuava tranquilo, embora cada vez mais ofegante. Já ao final da competição, todos desistiram, menos ele. E a curiosidade tomou conta de todos, que queriam saber o que tinha acontecido... E assim, quando foram perguntar ao sapinho como ele havia conseguido concluir a prova, descobriram: o sapinho era surdo! Não permita que pessoas com o péssimo hábito de serem negativas derrubem as melhores e mais sábias esperanças de seu coração! Não deixe ninguém falar que seus sonhos não serão realidade. Você pode!
Autor desconhecido

Ai, ai... 7 meses maravilhosos!

3 de fevereiro de 2010
Amore...
A sua chegada, há 7 meses atrás na minha vida, fez nascer um sol que brilha intensamente dentro do meu coração todos os dias...
Foi com você que eu aprendi a amar... ai ai... e isto é bom demais!
Quero poder te amar pra sempre!

“O doce do seu beijo enfeitiçou meu coração,
Vivo noite e dia numa nuvem de paixão,
Nunca vou te fazer sofrer, não quero seu mal,
Vem meu anjo, sigo com você até o final!”


Amo você infinitamente!
Beijo grande, Ayeda – 03/02/10

PS: amei as flores e os bombons... você é especial demais pra mim!


PS 2: amei também a mensagem que você me mandou ontem a noite na faculdade! ^^ rs... fiz o upload da imagem aqui :D

Evolução do Ser e do Crer...

Um desejo; e a vida será sempre o que fizermos dela. Um instante; é o tempo exato para refletir nas palavras, evitar problemas. Um dia de sol; uma nova oportunidade para recomeçar, o refazer das malas. Uma oração; tempo de renovar relações com o Criador, religar. Um novo amor; o renascer dos velhos sonhos, o remoçar, deixar o coração falar. Um filho; a esperança da perpetuação, o continuar, seguir adiante. Um diploma; o início de uma carreira, um degrau, um empurrão para a vida. Um sonho; energia para o crescimento e conquista, estopim da criação. Uma ambição, trampolim para a superação de si mesmo, força extra para vencer. Um gesto solidário; uma forma de estreitar laços, lembrar que somos todos irmãos. Um amigo; reflexo de um anjo sem asas, aquilo que podemos ser. Uma certeza; é tudo o que você precisa para determinar, conquistar, vencer, amar, ressurgir, crescer na fé, ser parte integrante dos planos de Deus para a humanidade, um novo tempo, um novo você, um novo futuro, que começa quando você aceita o fato de que pode fazer um pouco mais, persistir e não desistir jamais de ser feliz. Se não dá para ter tudo, sempre será tempo de ser um pouco melhor. Comece agora!
Paulo Roberto Gaefke

Ontem eu conheci mais 3 professores, ou melhor, conheci mais dois (um de Filosofia e Sociologia, e o outro de Psicologia), um dos 3 eu já conhecia do outro Curso que eu fiz (a Erika), ai ai... rsrs

O primeiro dia do novo curso...

1 de fevereiro de 2010
Se a primeira impressão é a que fica... bom, então acho que desta vez eu fiz a escolha correta! (rs)
Além de eu ter aprendido a gostar de Administração durante esses últimos anos, eu adorei os 2 professores que se apresentaram hoje (Fabiana e Daniel)... só não curti muito a palestra que um outro professor fez ahuahua... era sobre o Sistema Interno de Gerenciamento Ambiental da Faculdade (SIGA)... ok, ok... entendo que é necessário falar sobre isto pra conscientizar a galera, mas ouvi-lo em mais de um hora batendo na mesma tecla, me falta paciência nestas horas... mas beleza, faz parte! (acho que eu não gostei da palestra porque não fui muito com a cara do professor, normal! pelo que eu entendi ele não dará aula pra gente, então menos mal! rs) ^^
Hoje ficamos das 19 hrs até às 22:30 dentro da sala e durante essas horas tivemos um intervalinho (e neste intervalo eu recebi a mensagem do meu amore, que deliciura! rs) de uns 15 minutos só... isto porque era o primeiro dia heim! hehehe... em compensação o Curso do meu irmão não ficou nem 10 minutos dentro da sala, aí foram conhecer um laboratório e em seguida já foram liberados... o espertalhão sem ter o que fazer foi xeretar o movimento lá pra fora da faculdade, e ele se ferrou né? (rs) Bixo cheira de lonnnge! rsrs... levou tinta no rosto/ no corpo/ na roupa, cola no cabelo, rasgaram a roupa dele, ele teve que pedir dinheiro para os carros que passavam por ali, enfim... zoaram um bocadinho com ele! hehehe (é a primeira faculdade dele, então tudo é festa! ahuahuahu)
Talvez eu vá esta semana inteira... todos os dias o meu Curso terá algo! ^^ (e além do mais eu quero conhecer os outros professores também! rs... o Daniel já me adiantou que eu terei umas 2 disciplinas com o Fábio – meu professor do Curso de Finanças... hoje nós já nos encontramos pelos corredores! rs)
Bom... a turma parece ser legalzinha (eu já conheço alguns rostinhos rs), e em breve (daqui umas 3 ou 4 semanas) ganharemos uma nova sala com uma infra-estrutura melhor e tal... uiii... que chique né?! rsrs
Detalhe: o tratamento que estou recebendo por parte de alguns funcionários da Instituição está sendo show de bola! Hoje foi um outro bedel que me desejou boas vindas novamente, que bacana!!! e que memória boa eles têm pra se lembrarem justamente de mim! rs... eu já me formei há 2 anos, imagina quantos alunos eles já viram passar por ali neste período?! ^^

Hoje... marco inicial de uma nova fase!

Hoje começa uma nova fase na minha vida...
Que manhã mais linda está fazendo! Ai, ai... o céu está azulsinhooo!
Parece que o tempo se abriu só para me dar boas vindas! (rs)
Espero que a Graduação que começarei hoje não seja apenas mais um Curso no meu Currículo, que esta Graduação seja “O Curso” e que ele venha pra me abrir novas portas... estou confiante! ^^

Ontem eu e o Murilo fomos numa Romaria em Piraporinha (perto de Tujuguaba)... para mim estas festas são “novidades” (rs)... eu nunca fui em festas assim, quando eu era criança eu ia em Romarias aqui na Igreja do Cândida, mas ficávamos aguardando a chegada do pessoal na Igreja e malemá eles chegavam, nós já íamos embora... ontem eu pude conhecer melhor! ^^ Que festança! rsrs

E no fim deu tudo certo! rs

30 de janeiro de 2010
Depois de muitas expectativas (rs) eis que saiu a resposta da faculdade... meu imãozinho querido está dentro também... hoje mesmo ele já fez a matrícula e tudo! ahahaha :~
Com isto eu ganhei uma companhia pra ir e voltar, e um motorista na faixa! hehehe

Um amor especial...

28 de janeiro de 2010
Quando Jéssica veio ao mundo, trazia a cabeça amassada e os traços deformados, devido ao parto difícil vivido por sua mãe. Todos a olhavam e faziam careta, dizendo que ela se parecia com um jogador de futebol americano espancado. Todos tinham a mesma reação, menos a sua avó. Quando a viu, a tomou nos braços, e seus olhos brilharam. Olhou para aquele bebê, sua primeira netinha e, emocionada, falou: "linda!". No transcorrer do desenvolvimento daquela sua primeira netinha, ela estaria sempre presente. E um amor mútuo, profundo, passou a ser compartilhado. Quando a avó recebeu o diagnóstico, anos depois, de Mal de Alzheimer, toda a família se tornou especialista no assunto. Parecia que, aos poucos, ela ia se despedindo. Ou eles a estavam perdendo. Começou a falar em fragmentos. Depois, o número de palavras foi ficando sempre menor, até não dizer mais nada. Uma semana antes de morrer, seu corpo perdeu todas as funções vitais e ela foi removida, a conselho médico, para uma clínica de doentes terminais. Jéssica insistiu para ir vê-la e seus pais a levaram. Ela entrou no quarto onde a avó Nana estava e a viu sentada em uma enorme poltrona, ao lado da cama. O corpo estava encurvado, os olhos fechados e a boca aberta, mole. A morfina a mantinha adormecida. Lentamente, Jéssica se sentou à sua frente. Tomou a sua mão esquerda e a segurou. Afastou daquele rosto amado uma mecha de cabelos brancos e ficou ali, sentada, sem se mover, incapaz de dizer coisa alguma. Desejava falar, mas a tristeza que a dominava era tamanha, que não a conseguia controlar. Então, aconteceu... A mão da avó foi se fechando em torno da mão da neta, apertando mais e mais. O que parecia ser um pequeno gemido se transformou em um som, e de sua boca saiu uma palavra: "Jéssica!". A garota tremeu. O seu nome. A avó tinha 4 filhos, 2 genros, uma nora e seis netos. Como ela sabia que era ela? Naquele momento, a impressão que Jéssica teve foi que um filme era exibido em sua cabeça. Viu e reviu sua avó nos 14 recitais de dança em que ela se apresentou. Viu-a sapateando na cozinha, com ela. Brincando com os netos, enquanto os demais adultos faziam a ceia na sala grande. Viu-a, sentada ao seu lado, no natal, admirando a árvore decorada com enfeites luminosos. Então Jéssica olhou para ela, ali, e vendo em que se transformara aquela mulher, chorou. Deu-se conta que ela não assistiria, no corpo, ao seu último recital de dança, nem voltaria a torcer com ela pelo seu time de futebol. Nunca mais poderia se sentar a seu lado, para admirar a árvore de natal. Não a veria toda arrumada para o baile de sua formatura, ao final daquele ano. Não estaria presente no seu casamento, nem quando seu primeiro filho nascesse. As lágrimas corriam abundantes pelas suas faces. Acima de tudo, chorava porque finalmente compreendia como a avó havia se sentido no dia em que ela nascera. A avó olhara através da sua aparência, enxergara lá dentro e vira uma vida. Então, lentamente, Jéssica soltou a mão da avó e enxugou as lágrimas que molhavam o seu rosto. Ficou de pé, inclinou-se para a frente e a beijou. Num sussurro, disse para a avó: "você está linda!".
Se desejas ensinar a teu filho o que é o amor, demonstra-o. Não lhe negues a carícia, a atenção, a palavra. O que faças ou digas é hoje a semeadura farta de bênçãos que o mundo colherá no transcurso dos anos dos teus rebentos. E o mundo te agradecerá, por teres sido alguém que entregou ao mundo um ser que saiba amar, de forma incondicional e irrestrita.
Autor: Redação do Momento Espírita, com base no cap. Linda, de autoria de Jéssica Gardner, do livro Histórias para aquecer o coração dos adolescentes, de Jack Canfield, Mark Victor Hansen e Kimberly Kirberger, ed. Sextante.

Me lembrei de tanta coisa lendo esta história... inclusive das minhas avós, saudades! :/
Até deu pra eu chorar um bocado... só eu mesmo! rsrs
Hoje eu precisei ir ao Hospital pra ver uns exames que farei e blábláblá, e me deparei com uma mocinha que estava saindo da sala do ultrassom naquele momento: “é menina! é menina!” ela falou pra uma parente dela que estava ao meu lado (rs)... ela já pegou o celular e ia ligar para o marido, para o pai dela, para a irmã dela... rsrs... imagino como deve ser uma emoção mágica este momento! Um bom parto pra ela (que pelo barrigão será logo rsrs) e que a criança (esqueci o nomezinho que ela falou) venha com muuuita saúde! ^^

Confie...

As coisas acontecem na hora certa...
Exatamente quando devem acontecer!

Que vontade mais doida...

27 de janeiro de 2010
Já são mais de 11 horas da noite e a minha vontade agora era de ligar o som bemmm alto e cantar mais alto que o som ainda... ahahaha... que doideira, coisas de Ayeda! ^^ (rsrs)
Isto chama-se Felicidade... estou felizzz, muito felizzz... tudo está bem no meu mundo ultimamente, ou se encaminhando para! ^^
Amoreee... amo, amo, amo muito você!
Amei as rosas e amei ficar juntinha de você hoje... ai ai... você me faz bem, você me faz muuuito bem!

"Valeu a pena esperar, esse é o grande amor que eu sempre sonhei..."

Vamos seguindo pelas portas da vida...

Se você abre uma porta, você pode ou não entrar em uma nova sala. Você pode não entrar e ficar observando a vida. Mas se você vence a dúvida, o temor, e entra, dá um grande passo: nesta sala vive-se! Mas, também, tem um preço... São inúmeras outras portas que você descobre. O grande segredo é saber quando e qual porta deve ser aberta. A vida não é rigorosa, ela propicia erros e acertos. Os erros podem ser transformados em acertos quando com eles se aprende. Não existe a segurança do acerto eterno. A vida é generosa, a cada sala que se vive, descobrem-se tantas outras portas. E a vida enriquece quem se arrisca a abrir novas portas. Ela privilegia quem descobre seus segredos e generosamente oferece afortunadas portas. Mas a vida também pode ser dura e severa. Se você não ultrapassar a porta, terá sempre a mesma porta pela frente. É a repetição perante a criação, é a monotonia... A estagnação da vida. Para a vida, as portas não são obstáculos, mas diferentes passagens!
Autor desconhecido

Tributo ao tempo...

26 de janeiro de 2010
Tudo o que vive não vive sozinho, nem pra si mesmo.
"Dizem que a vida é curta, mas não é verdade. A vida é longa para quem consegue viver pequenas felicidades. E essa tal felicidade anda por aí, disfarçada, como uma criança traquina brincando de esconde-esconde. Infelizmente às vezes não percebemos isso e passamos nossa existência colecionando nãos: a viagem que não fizemos, o presente que não demos, a festa que não fomos, o amor que não vivemos, o perfume que não sentimos. A vida é mais emocionante quando se é ator e não espectador; quando se é piloto e não passageiro, pássaro e não paisagem, cavaleiro e não montaria. E como ela é feita de instantes, não pode nem deve ser medida em anos ou meses, mas em minutos e segundos. Esta mensagem é um tributo ao tempo. Tanto àquele tempo que você soube aproveitar no passado quanto àquele tempo que você não vai desperdiçar no futuro. Porque a vida é agora..."
"Não tenha medo do futuro, apenas lute e se esforce ao máximo para que ele seja do jeito que você sempre desejou."
"A morte não é a maior perda da vida. A maior perda da vida é o que morre dentro de nós enquanto vivemos."
Norman Cuisins

Dia linnndooo...


Acima das nuvens há SEMPRE um céu azul... ^^

Mais um novo dia... e hoje só acontecerão coisas boas, com certeza!

De cara nova...

25 de janeiro de 2010
Hoje eu encasquetei que queria mudar o layout do blog, vi vários layouts e acabei ficando com o mais limpo deles (tem muitos layouts rosas por aí... afff, credo... eu peguei aversão à cor rosa! rsrs)... no fundo me bateu um arrependimentozinho de ter trocado o anterior por este, mas eu sou assim, ajo por impulso mesmo... quando eu estiver disposta novamente eu troco por um outro mais interessante. ^^ (rs)

Neste exato momento estou conversando no msn com a Jéssica, minha mais nova colega de faculdade hehehe... vamos que vamosss! rsrs (nós já temos algumas coisas em comum, isto é um bommm sinal! rsrs)

Bonito é...

24 de janeiro de 2010
Bonitas são as coisas vindas do interior, as palavras simples, sinceras e significativas. Bonito é o sorriso que vem de dentro, e o brilho dos olhos. Bonito é o dia de sol depois da noite chuvosa ou as noites enluaradas de verão em que todos saem de casa. Bonito é procurar estrelas no céu e dar de presente ao amigo, amiga ou namorado(a). Bonito é achar a poesia do vento, das flores e das crianças. Bonito é chorar quando se sentir com vontade e deixar que as lágrimas rolem sem vergonha ou medo de crítica. Bonito é gostar da vida e viver do sonho. Bonito é ser realista sem ser cruel, é acreditar na beleza de todas as coisas. Bonito é a gente continuar ser gente em quaisquer situações, mesmo nos momentos de dificuldade. Bonito é a gente ser a gente mesmo com erros e acertos, mas sentindo no coração e na alma, uma vontade incontrolável de ser sempre, sempre um caçador à procura da esperada felicidade.
Autor desconhecido

Yupiiii... agora só falta uma semaninha, que venha o novo curso! ^^

Se você quer viver...

23 de janeiro de 2010
Se você quer viver, tudo o que é necessário já lhe foi dado. Não há necessidade de se preparar. Toda preparação é adiamento, toda preparação é um truque da mente infernal. A mente lhe diz como você pode viver: ‘Como você pode dançar? Primeiro você precisa de um piso de mármore; aí você poderá dançar.’ Assim, você providencia primeiro o piso de mármore e só depois você dança. Você consegue ver a trapaça nisso? Se você quer dançar, a praia é o bastante, a terra é o bastante. Se você quer dançar, pode dançar em qualquer lugar, a qualquer hora. Todo momento é tão bom quanto qualquer outro. Nada mais é preciso. Somente a vida é necessária e ela está aí. Nem mesmo um curso de dança é necessário. A vida, ela própria é a dança. Apenas permita que ela aconteça. Você quer cantar? Então, está esperando o quê? Você quer amar? Então, por que você está adiando? Este é o único momento que existe, e esta é a única vida que existe. Esqueça tudo sobre o futuro e comece a estar vivo aqui e agora. E lembre-se, se você estiver vivo neste momento, no próximo momento você estará ainda mais vivo, porque o próximo momento nasce a partir deste. E se você perder este momento, uma grande punição acontecerá. Não que alguém sentado num trono dourado no céu vá puni-lo. Se você perder este momento e não dançar, pouco a pouco você perderá a capacidade da dança. Esta é a punição. Esta é a única punição.
Autor desconhecido

Declaração na rádio...

21 de janeiro de 2010
O Murilo pediu a nossa música num programa de rádio, e ela está tocando neste exato momento, que lindaaa!
O locutor leu o recadinho pra mim e tudo! ^^
Amore, eu também te amo demais, viu?
Te quero pra sempre na minha vida!

"Foi só você chegar pra me convencer
Que estava escrito nas estrelas
Que eu ia te conhecer
Foi só você me olhar que eu me apaixonei
Valeu a pena esperar, esse é o grande amor
Que eu sempre sonhei...
Vou te amar, pra sempre vou te amar..."
Cigana - Hugo Pena e Gabriel